sábado, 20 de agosto de 2016

entrelinhas (inbox)

eu deveria tornar público
esse amor único

eu deveria esgotar meu repertório
de rimas
esse verso transitório
que o gosto perene
da falta da sua boca inscreve 
na minha

eu deveria me fazer explícita
me deixar mais líquida
na sua saudade ilícita

eu deveria ser tímida
ao escrever seu nome tão mínimo
num gesto tão íntimo

eu deveria apresentar minhas reais intenções
ao desejar suas mãos indecisas
e suas lascivas manifestações

eu deveria apagar essas letras vivas
antes que o poema me revele
e você me leia 
incisiva
sobre sua pele

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

segredo

Entre nós
tudo
é transitório:
o sorriso
o suspiro
o soluço


o silêncio,
absoluto

domingo, 7 de agosto de 2016

variações sobre o mesmo tema


1. Desperta dor
Desperto com seu "Acorde!"
E na sequência da melodia
Você apenas me diz "Bom dia!"

2. Ostinato
Soa como vibrato dissonante
mas é sempre a mesma nota
que vibra alto e grave
se você me toca

3. Desafinada
fiz um poema-canção
sem pausas
O ritmo feliz
que seu compasso
me causa

4. Noturno
Madrugada adentro
(eu entro) em seus braços
me rendo, me entrego
noite adentra
você entra
me entende, me agrada
desliza os dedos
sobre minhas costas
(como faz com as cordas)
e a noite sendo de sede
nos engole
entre meus lábios
sua seiva escorre

sábado, 6 de agosto de 2016

sinfonia silenciosa


Minha boca musical
Gosta de tocar
Canções de notas doces
Como a que você trouxe
Nesse acorde labial
Minha boca
(Mesmo vazia)
Tem mania de soprar
Sempre a sua melodia
Sempre a sua serenata
Minha boca
de desejo e ribalta
Ainda balbucia
Num beijo num cicio
O timbre sustenido
(Enrijecido)
Da sua flauta
No cio

terça-feira, 19 de julho de 2016

à francesa

para uma noite chez moi 
você traz as taças 
sirvo um Pinot Noir 
esqueça a inocência
nas páginas de Saint-Exupery
rasgue apenas minha nova lingerie

quinta-feira, 14 de julho de 2016

quarta-feira, 13 de julho de 2016

falta de sono


deito
e tudo o que
desejo
é teu peso
sobre meu peito
deixo que esse desejo
me tome de jeito
ocupe todos os espaços deste leito
Onde me deito
à espera do sonho
Do teu beijo
Mais que perfeito

segunda-feira, 11 de julho de 2016

noite de efêmera perenidade

com o passar
vago e pesado
dos dias
vago entre
o desejo perene
dos seus dedos
dentro dos meus
segredos

sábado, 9 de julho de 2016

whatsapp


mando mensagens bobas
só pra manter você no topo
Escrevo bobagens ou vícios 
pra conservar você no início
quando entro num bate-papo
só estou procurando contato
por isso
se você me vir on-line
preste bem atenção:
me chame!
estou sempre à disposição