segunda-feira, 28 de maio de 2012


delicadas intempéries


no seu cicio doce

minha rima ácida

Nenhum comentário: