terça-feira, 1 de janeiro de 2013

o espelho e o girassol*




seu gesto
tem gosto doce
promessa
de beijo 
na boca 
da "dona moça"
seu gesto meigo
da cor singela
qual flor amarela
que o espelho
espalha 
na tela



(* Obrigada pelo presente, Deivson Trajano, aliás, obrigada por todos os presentes, em todos os sentidos...)
- crédito da foto: Google


3 comentários:

J.F. de Souza disse...

oraora, dona Sandra... mas esse ficou muito bom! uma levada diferente, mais ao estilo Múcio Góes... gostei! =)

Cynthia Lopes disse...

Hummmmmmmm...
que gosto bom
este poema tem.
bjs

Antonio Lopes disse...

Gentileza gera gentileza. Um poema doce e singelo.Gostei do seu blog.
Te desejo um ano doce como o jeito do teu verso. Beijos