sexta-feira, 15 de maio de 2015

(silen)cio

sentir o deslizar dos medos
entre os dedos
na pele
na umidade lasciva
da língua
saliva
o desejo vem morno
e faz-se aceso
eu digito seu nome
entre as coxas
sussurro
... ardo

Um comentário:

ubirajara alves macedo disse...

A considera a maior poetisa brasileira, seus versos mexe com a gente...