sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

platônico

Paisagem hesitante
No teu colo
- a rígida maciez
Do falo
Em exposição:
Sacanagem constante
Ao alcance
Da (minha) mão

6 comentários:

José Rosa (ZeRo S/A) disse...

Uiiiiiiiiiiiiiii.......

Simone Oliveira disse...

Minhas mãos alcançam outras coisas, tb intensas, vezes platônicas...rs..

Bjs e saudades,
Simone

andré gabriel disse...

impressionante tua forma de escrever coisas tão "quentes" de forma tão suave. beijos

Sabrina Sanfelice disse...

O melhor do platonismo, fruto da imaginação é justamente a constância...

..e, diga-se de passagem, sacanagem constante é pura satisfação.

Beijos

Alex Pinheiro disse...

Vich! E se não alcançar tem sempre aquela ajeitadinha do corpo a fim de facilitar as coisas, rs

Bjs e sensualizadas invenções!

Taiyo Omura disse...

viva Dionísio, antes de Platão!