sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

(a)temporal

É tempo de distrair tempestades
E vislumbrar imagens invisíveis
Tempo de esquecer amores impossíveis
E deixar a vida (só) correr

Um comentário:

Simone Huck disse...

Me ensina a receita?
Mais do que nunca preciso distrair tempestades, vislumbrar o invisível e acima de tudo, esquecer os amores impossíveis !!!!
Deixar a vida correr? Como faz?
(amo sempre suas linhas !!!)
(feliz 2011 !!)
Si