quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

cartão

Estou oferecendo
um poema.
uma dor.
Quem quer ler
meu
mais-que-imperfeito
amor?
Estou apostando no novo
de novo
outra vez
(Espero demonstrar
a todos vocês)
E declarar
às claras
nas linhas expressas
na vida real:
Tenho um bem
e ele não é virtual!


Queridos leitores amigos (mais amigos que leitores...rs), obrigada pelas visitas... pela cumplicidade dos comentários... pela lealdade...
FELIZ 2008!!!

6 comentários:

poeta matemático disse...

Parabéns...

Inclusive pelo poema...

Leandro Jardim disse...

Que beleza, elevado ao quadrado!

Que 2008 seja ainda melhor, e assim por diante!

beiJardins

Luzzsh disse...

Uia linda, parabéns pros dois!!!

Aproveita o não-virtualismo dele e beija muuuiittto. ;)

Meu beijo, segue virtual mesmo, mas cheio de desejos de um ótimo ano novo!

Remo Saraiva disse...

Sincero e simples!! Belo!!
Feliz 2008 e parabéns!! ;)

Bjs,
REMO.

Múcio L Góes disse...

dinada, amiga!

eu vejo
estrelinhas,

quando
você fala assim,

nas
entrelinhas.

bjooo

Elcio disse...

Entao, viva o novo.
rs

É isso ai.
Bjs e seja feliz.