sábado, 18 de novembro de 2006

contratempo

Atraso os ponteiros do inverno
Em outras sazonais primaveras
(me prorrogo)
Antecipo o verão das horas...
(te coloco)
Nos diários outonais que transladam
Em órbitas de imutáveis rotas
Traço rastros insolares e infinitos
Como contos que se calam contidos
E disparam ao desordenado encontro
do final do teu ponto e minha libido

Um comentário:

Múcio Góes disse...

belo encontro, qd vontades comungam do mesmo mesmo.


belo.
bjo.