quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

vertigem

(para quem me quer desorganizada)
Cada vez que você se arrisca,
Rabisca minha escrita e inspira
um gesto do verso que me conquista...

Cada vez que você se atreve,
Despe minha rima e prefere minha pele
que pede, feminina, que seu sexo me espere...

Cada vez que você ousa,
rouba da minha boca
o gosto que me escorre da outra...

Cada vez que você me provoca,
Roça meus pêlos com os dedos
Se apóia em minhas costas
e dobra meus joelhos...

Cada vez que você me escuta,
Aguça meu gozo e se lambuza
... Pulso no seu gozo
e começo tudo de novo

9 comentários:

renata - moça do atendimento técnico disse...

menina, que lindo! :)

Poeta Matemático disse...

uia...

Como sempre forte, erótico, envolvente e sagaz...

Muito bom, parabéns...

andre luiz disse...

Nunca consigo comentar nada... Sempre fico de boca aberta a cada término de leitura de seus poemas.

Múcio Góes disse...

é, dizer oq? melhor senti-lo.

orgástico!

:**

moacircaetano disse...

mulher-furacão...
ler vocÊ sempre me deixa com essa sensação de querer!
Beijos!

Marla de Queiroz disse...

Sandra, amore-mio,
Como é que vc faz isso???Tua verve poética absurda, me deixa intranquila pelo que não tive de tato de amante pra bolinar a palavra orgástica assim...Vc é tutora delas,moça!Tuas imagens são absolutamente desestabilizadoras,bagunçam meu quadro de significações com tantas outras formas novas de dizer o que nos corre no sangue.
Tua poesia é divina.Algo que me deixa meio em transe...
E boquiaberta, sempre.

Sandra, queria mais tempo com vc.Queria mais da tua poesia ao vivo. Teu jeito acolhedor, tão bom.
Queria mais do teu abraço.
Saudades, saudades.

Miguel disse...

Segui as in struçõies e daquele blog cheguei neste, o outro não conhecia mas este me faz a proposta de conhece-lo outro dia. Adorei o poema, forte e re4al como eu gosto.

Loba disse...

Sandrinha, tou aqui imaginando o extase de quem a quer desorganizada! rs... Eita, que este poema tá ph, viu? 'dorei!!!
Beijoconas querida

paulo vigu disse...

É isso... a linguagem de Sandra é a sua rota, por isso as línguas secam e o suor escorre ... - Riodaqui aí - beijo em você - Paulo Vigu
+Grato por você lá+